sexta-feira, 7 de maio de 2010

Injustiça Social e Imoralidade

Transcrição do blog «Povo»

Buraco Moral
João César das Neves

Perante o ataque especulativo contra a dívida portuguesa, Governo e oposição perceberam finalmente que a situação é grave. Pode-se criticar a lentidão, mas mais vale tarde que nunca. Quais foram então as medidas tomadas para provar ao mundo a nossa seriedade no combate ao défice? Especulou-se sobre muito mas na reacção inicial foram tocadas apenas duas áreas: o subsídio de desemprego para descer e as grandes obras públicas para manter.

O que mais espanta é a naturalidade com que se tomou esta atitude. Um Governo do Partido Socialista não encontra nada para cortar, num Orçamento de Estado que ocupa metade do produto nacional, a não ser os pagamentos aos desempregados?! Os responsáveis explicaram que as condições de atribuição dos apoios eram demasiado generosas, desincentivando a procura de emprego.

Mas se é assim então deviam ter sido alteradas logo, não quando os mercados duvidaram das contas. Afinal, o desemprego não começou a subir ontem.

Há várias explicações para este comportamento insólito, mas a mais assustadora é a mais plausível. A nossa classe política (e a oposição não se pode pôr fora) está tão estrangulada pelos interesses instalados que, perante a emergência financeira, vai atingir os mais fracos para não beliscar os poderes superiores.

Esta reacção, muito mais que a instabilidade nos mercados, revela a gravidade da nossa situação. Quando os socialistas não encontram ninguém para prejudicar senão desempregados, o país está mesmo num grande buraco. Não económico-financeiro, mas político-moral.

4 comentários:

Pata Negra disse...

Está em marcha uma candidatura verdadeiramente revolucionária à presidência da república. Para que ela ganhe dimensão pública suficiente para acordar uma democracia, adormecida nos sofás que estão frente às televisões dos portugueses, é necessário que assines e divulgues, por tudo o que é WEB, a petição "Pata Negra à presidência da República" em http://www.ipetitions.com/petition/patanegra/

Manel disse...

Das Neves não passa de um tipo com problemas com mulheres.
Quando temos ditos doutores destes em Portugal, tal qual o que nunca se engana e não tem dúvidas, o Silva, é o mesmo que regressar ao tempo de Saulo de Tarso, cidadão de Roma com probleamas de impotência sexual, ou siflis, o tal mal que lhe corrói o corpo.

Aprendam a ler a Bíblia!

A. João Soares disse...

Caro Pata Negra,

Não podemos hesitar na nova solução, no voto no homem não viciado nas manhas da corrupção e dos negócios com sucateiros construtores e magalhânicos amigos. Virgem sem sombra de robalos nem de gravadores gamados em «furto directo». Um homem qiue não proíba as mentiras no 1 de Abril, mas que não deixe nenhum governante dizê-las durante o resto do ano.

Um abraço
João
Do Miradouro

A. João Soares disse...

Caro Manel,

Asb ideias sãs podem surgir em corpos doentes e com defeitos. Os bons cogumelos desenvlvem-se em sujidade.
Aprecio ideias que sejam estimulantes ao raciocínio livre e independente. E este homem não costuma dizer coisas insensatas. Mas, como ninguém é perfeito, haverá sempre a hipótese de não valorizar proporcionalmente um ou outro aspecto de um problema.

Abraço
João
Do Miradouro