quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Sócrates Vara e Penedos

Transcrição do Blog «Democtracia em Portugal?»:

Assim se vê a força dos Penedos...

Não interessa nada se o "irmão" está ou não constituído arguido ... o que interessa é que este "irmãozinho" tenha com urgência um TACHO antes que a MAMA se acabe! ...

Comprovem no Diário da República online:

http://dre.pt/pdf2sdip/2009/11/230000000/4838848388.pdf

«Despacho n.º 25916/2009
Nos termos e ao abrigo do n.º 1 do artigo 3.º do Decreto -Lei n.º 322/88, de 23 de Setembro, nomeio o licenciado Artur Rodrigues Pereira dos Penedos para exercer funções de assessor do meu Gabinete, em regime de comissão de serviço. Este despacho produz efeitos a 26 de Outubro de 2009.
12 de Novembro de 2009. — O Primeiro -Ministro, José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa.
32242009

Assinado pelo SÓCRATES!!!!!!!

A 12 de NOVEMBRO!!!!!!!!!!! Com efeitos desde 26 de Outubro!!!

Pois...

NOTA: Sócrates já tinha declarado, a propósito das escutas, que é amigo do Armando Vara e, agora, fica a saber-se que é muito amigo dos Penedos. Os dois estão a ser ouvidos no caso Face Oculta. Haverá pressões sobre a Justiça? Ou será apenas amizade? Os favores pagam-se. Diz-me com quem andas...

24 comentários:

Dulce disse...

João
Peço licença para entrar em seu cantinho, onde vim para agradecer sua gentil visita ao Em Prosa e Verso e aos votos lá deixados.
Agradeço muitíssimo e retribuo seus votos de Feliz Natal, desejando que seu Novo Ano seja pleno de realizações. E estendo esse votos ao leitores e amigos deste conceituado blog.
Um abraço a todos.

Carlos Albuquerque disse...

João
Encontrei-o no blog Agulheta da Elisa Ramos. Venho para lhe agradecer os votos de feliz Natal, lá deixados.
Muito vi no seu blog, que me interessa ler com atenção. Voltarei.
Abraço

A. João Soares disse...

Cara Dulce,

A sua visita dá-me muito prazer. A porta está aberta e volte sempre que desejar.
Muito obrigado.

Um abraço
João

A. João Soares disse...

Caro Carlos Albuquerque,

Ainda bem que gosta do conteúdo do blogue. Não é de fácil leitura e exige tempo para digerir os conceitos defendidos, que tão desprezados têm andado na vida actual.
Aqui, o objectivo não é criticar mas sim sugerir ou, no mínimo, alertar para a necessidade de correcções do rumo.
Volte sempre e não se iniba de deixar os seus comentários principalmente se forem discordantes e ajudarem e esmiuçar melhor os temas.

Um abraço
João

Mariazita disse...

Meu caro João
Muito grata pelos votos de Feliz Natal que registou na minha "Casa", venho expressar o meu desejo de que Deus o cubra de bençãos e lhe dê muito Boas-Festas, a si e a toda a sua família bloqueira.

Beijinhos
Mariazita

RAMIRO LOPES ANDRADE disse...

CARO JOAO SOARES

RETRIBUO O VOTOS DE FELIZ NATAL E PROSPERO ANO NOVO 2010.

DESEJO A TODOS UM FELIZ 2010.

QUE PORTUGAL ENCONTRE O CAMINHO DA PAZ E PROSPERIDADE.

QUE SEJAMOS OTIMISTAS, SEM SEREMOS IRREALISTAS.

BOM 2010.

RAMIRO LOPES ANDRADE
ramirolopesandrade.blogspot.com

Zé Povinho disse...

Esta eu não conhecia, mas admiração pura é que não poso manifestar, já que solidariedade é o que esse tipo de gente sbe manifestar enquanto os fundilhos das calças não começam a arder.
Abraço do Zé

Beezzblogger disse...

Caro A João Soares, de facto esta "Pandilha" de gente, mal intencionada, ou bem, dependendo do ponto de vista, está a ser cercada. O pior, e o que eu lamento mais, é que mesmo todos nós sabendo disto, nada poderemos fazer mais do que expor e desmascarar.

Nada irá acontecer ao Sr. Pinto de Sousa, nem ao Sr. Pinto Monteiro, nem Aos Penedos, apenas o elo mais fraco pagará o preço de ter enchido o bandulho a esta gente e a dele, o Godinho, assim como no Freeport, no Casa Pia, Nos sobreiros, e em outros tantos que irão aparecer de futuro.

Só lá vai de uma forma, com a revolta popular, pois eles roubam à descarada, sem pejo nem piedade.

Abraços do Beezz

Luis disse...

Caro João,
É como dizes: "diz-me com quem andas, dir-te-ei as manhas que tens"!
Um abraço amigo.

A. João Soares disse...

Querida Amiga Mariazita,

É um prazer vê-la por cá, sinal que já ultrapassou os incómodos do verão.
Muito grato pelas suas palavras sempre muito amáveis.

Beijos
João

A. João Soares disse...

Caro Ramiro,

Agradeço as suas palavras. O optimismo leva-nos um pouco além do real. Se assim não for, estamos condenados a parar mais cedo ou mais tarde. Até ao momento da morte devemos ter as gavetas com projectos, que ficarão inacabados.

A doença de Portugal é não haver ideias estratégicas que orientem as actividades futuras não indiquem o resultado desejado pelos esforços de hoje. Os nossos políticos só pensam nos interesses imediatos deles pessoalmente e dos seus bandos, e mesmo isso sempre a curto prazo.

Repare que nem nas campanhas eleitorais se falou do que se pretende para o futuro dos portugueses, perdeu-se o tempo em tricas e guerrinhas entre eles , para ver quem pode enriquecer mais e mais depressa à custa do erário público.
Muitos deles, depois das suspeitas (quase certezas) que sobre eles caíram, se tivessem uma ponta de vergonha, já teriam ido para outra actividade mais adequada às suas características pessoais.

Oxalá 2010 nos traga mais lucidez às cabeças que têm o dever e o privilégio de decidir, que nunca se esqueçam de Pensar antes de decidir

Um abraço
João

A. João Soares disse...

Caro Zé povinho,

Usam a solidariedade própria dos bandos que têm coesão para maquinarem as piores atrocidades, sem ética nem moral, apenas motivados pela ambição de riqueza material, com prejuízo dos Portugueses em geral. São como formigueiros de marabuntas, como parasitas que agem em grupo com coesão de objectivos destruidores de tudo o que se lhes oponha. Estão a corroer os alicerces de um País que poderia ser próspero mas, pelo contrário, está a afundar-se num pântano fétido.

Dentro em breve, terão de abandonar o rectângulo como os ratos abandonam os navios quando este está prestes a ir ao fundo.

Um abraço
João

A. João Soares disse...

Amigo Carlos Rocha,

Eles acabarão por ter o merecido castigo. Pode ser tarde demais para a continuação de Portugal como País independente.
A revolução traz sempre graves convulsões com elevados custos humanos e materiais. Isto está a precisar de operações cirúrgicas para exterminar os cancros sem lesar o organismo que somos todos nós.
A Comunicação Social evidencia diariamente que há no País «técnicos» com competência e capacidade para realizar essas cirurgias. Certamente, não tardará o momento de entrarem em acção
mais racional e deixarem de olhar para inocentes ou pessoas próximas de quem não gostam.

Um abraço
João

A. João Soares disse...

Caro Amigo Luís,

Depois destes comentários anteriores, só posso dizer-te que os leias e vejas que há soluções práticas para os mais graves problemas e os de Portugal não fogem à regra. O polvo pode ser pescado, como tu sabes, tu que gostas de culinária.

Um abraço
João

ALG disse...

Caro A. João Soares

Isto, definitivamente, está a atingir um estado de coisas que mais parece um gozo todos os que ainda são capazes de raciocinar com alguma lógica. O que será preciso para esta mole humana em que nos estamos a tornar, comece a reagir, em consonância com a nossa História com os nossos valores, para contrariar esta caminhada para um fim sem retorno!
É que, presentemente, já não as fazem pela calada, mas às claras e sem qualquer prurido ou ética, tratando-nos com quaisquer mentecaptos que têm que comer e calar.

Cumprimentos
ALG

Agulheta disse...

Amigo João.
Venho agradeçer a visita e os votos de boas festas,já li algumas coisas mas passarei com mais tempo.
Abraço
Lisa

A. João Soares disse...

Caro ALG,

Realmente, como diz, perderam a vergonha, se é que a tinham. Falta-lhes bom senso para verem as proporções do seu desatino.
O povo tem de ser acordado para ver a situação que gente tão descarada lhe está a criar. Estamos a ultrapassar o ponto de não retorno, ou já o paamos.
O que será dos nossos filhos e netos???
Julgam-se donos do País e do destino dos portugueses.

Um abraço
João

A. João Soares disse...

Cara Agulheta,

Se gostar volte sempre e deixe a sua opinião. Tenho muita admiração pelos utilizadores da agulheta, pois criei o Serviço Municipal de Protecção Civil e lidei de perto com todas as corporações de bombeiros do concelho de Loures.

Um abraço
João

Santa Ignorância disse...

SANTA IGNORÂNCIA!!!! A INVEJA É UM MAL TERRÍVEL QUE PASSEIA POR AÍ!!!

A. João Soares disse...

Santa Ignorância!

Como as palavras enganam! Neste caso esta santa ignorância é muito sábia. Já Camões, um grande sábio, filósofo e psicólogo, arquitecto a parte final dos Lusíadas para os terminar com a palavra INVEJA. A última palavra da estrofe 156 do Canto Décimo é essa.
E é por serem movidos por essa mola que nenhum político quer combater a corrupção e o enriquecimento ilícito, porque querem poder enriquecer tanto ou mais do que o Oliveira e Costa, o Dias Loureiro, o Vara, o Sócrates e tantos outros de quem têm INVEJA.
Realmente a inveja, essa mola poderosa que empurra os ambiciosos para a política e outras actividades permissivas é um mal terrível que passeia por aí, principalmente pelos gabinetes infestados por assessores, aprendizes dos piores vícios.

Cumprimentos
João

Fernanda disse...

Querido amigo João,

Esta foi de Mestre.
A/O Santa Ignorante tem muito que aprender consigo.
Ou será que também é alguém que está na mesma "caldeirada"???
É o mais provável.

Beijinhos
Fernanda Ferreira

A. João Soares disse...

Cara Amiga Ná,

Talvez seja como diz :alguém que está na mesma caldeirada.
Poderá ser o Leandro-Bernardo com outro estilo ou um seu companheiro da mesma «loja».

Beijos
João

Bruno disse...

Adorei! ( ate me da vontade de chorar )

e tambem retirei algo muito bom, e que desconhecia!

nao sei se reparou num comentario que tinha o seguinte link

http://www.kerodicas.com/noticias/artigo=28553?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+Kerodicas+%28KeroDicas.com%29

A. João Soares disse...

Caro Bruno,

As técnicas de MARKETING já estavam adulteradas, porque em vez de terem por objectivo convencer os potenciais compradores das vantagens do produto em relação aos concorrentes, começaram a criar nas pessoas a necessidade (psicológica) de comprar o produto, por ostentação, ou rivalidae com os colegasd e vizinhos, etc.
Mas os políticos estão a levar as técnicas até à lavagem ao cérebro, à obediência obscurecida, ao condicionamento dos eleitores.
E gastam o nosso dinheiro, que nos sacam sem dó nem piedade, para beneficiar os seus amigos ea fazer esse trabalho sujo que, é desnecessário e podia ser gratuito.
A melhor publicidade de um regime será o resultado das medidas tomadas em benefício das pessoas. Será disso que a história virá a falar.

Um abraço
João