domingo, 28 de fevereiro de 2010

Todos convocados a limpar Portugal


Transcrição do artigo de
Maria de Lurdes Vale no Díario de Notícias de Hoje

Num dos seus mais recentes programas, a apresentadora Oprah convidava uma típica família americana - pai, mãe e dois filhos menores - a mudar de hábitos durante uma semana. O desafio era difícil. Significava não ver televisão, não usar telemóvel, prescindir do computador e dos jogos da PlayStation. O resultado foi bastante interessante. O casal, com uma vida diária atarefada, passou a ter mais tempo para conversar, e isso teve um importante reflexo na relação com os filhos. Descobriram coisas acerca uns dos outros de que nem sequer se tinham apercebido antes. Tornaram-se mais criativos, alegres e companheiros e até passaram a interagir mais com os vizinhos e com o mundo ao seu redor. Perceberam que valia a pena desligar, de vez em quando, para se encontrarem a si mesmos. E foram mais felizes.

Nos dias que correm, desligar deveria ser uma palavra de ordem. Andamos saturados de tanto ruído e demasiados dependentes das novas tecnologias. Mais agressivos e menos tolerantes. Percebemos que o tempo vai passando e que, afinal, não temos tempo para nada. É por isso necessário reencontrar o equilíbrio ou, caso contrário, pagaremos cara a factura. O planeta reflecte o nosso estado de ânimo e o mal que lhe fazemos. A saturação a que estamos sujeitos tem eco na natureza, que protesta, que se revolta. As catástrofes naturais sucedem-se e casos como os do Haiti, da Madeira e do Chile são os extremos que fazem despertar a solidariedade e o interesse pelos outros e pensar naquilo que é realmente importante. Cuidar de nós, cuidar dos nossos e daquilo que temos à nossa volta.

Vem esta reflexão a propósito do movimento Limpar Portugal, que nasceu, no ano passado, fruto da boa vontade de cinco ou seis portugueses que pensaram na melhor forma de aproveitar um dia - 20 de Março - para levar a cabo um grande feito. Ninguém os conhece, não são famosos, são cidadãos que se lembraram, com base numa experiência que viveram na Estónia, de limpar o país de norte a sul, começando pela floresta, um bem precioso de que Portugal dispõe e não sabe aproveitar nem dar valor.

Neste site www.limparportugal.org encontram-se a história e os objectivos desta missão, que já conta com o entusiasmo de milhares de pessoas, através de grupos organizados distritos a distrito, concelho a concelho, e que conseguiu o apoio de várias instituições e empresas a nível local, regional e nacional.

No dia 20, vamos rumar à floresta e desligar do resto. Com os filhos, amigos e vizinhos façamos algo de útil e solidário para com este país tão maltratado. É uma forma activa de participar na construção de um mundo que queremos melhor. Obrigada a quem se lembrou desta iniciativa. Esperemos que resulte.

6 comentários:

Pata Negra disse...

Limpar Portugal? É difícil! Limpar Portugal do mapa?
Mas tudo bem! Que cada um não limpe apenas o seu quintal!
Um abraço sem sacos de plástico.

A. João Soares disse...

Caro Pata Negra,

Realmente este rectângulo precisa de uma excelentíssima e reverendíssima limpeza, mas no dia 20 limita-se aos espaços verdes. Depois, a seu tempo, virão as outras.
E espera-se que deixe de se sujar o ambiente, que é um recurso de todos nós e, quando mal tratado, ocasionará tragédias naturais terríveis como se tem visto.

Um abraço
João

Fernanda disse...

Querido amigo João,

O Dia L - Limpar Portugal está a aproximar-se a passos largos, e embora eu não queira estar a abusar deste espaço, sinto que sendo colaboradora deste Blogue e porque todos os meios de comunicação devem ser usados, o devo fazer.

Todos sabemos que é já no próximo dia 20 de Março que esta acção terá lugar. O movimento conta já com alguma expressão, mas precisa de muitíssimos mais voluntários.

Sugiro que vejam no Ning Limpar Portugal, uma entrevista passada na Sic, que contou com figuras públicas de todos conhecidas, que deram um belíssimo contributo não só para a divulgação mas também na abordagem de como e o que fazer.
Contamos com muitos mais e preferencialmente em prime time, para que o impacto seja o maior possível.

Ainda, e porque como todos sabem que a vossa amiga aqui está na Coordenação de Cerveira, vejam em Viana do Castelo, concelho de Cerveira, o meu Grupo, Fernanda Ferreira, onde poderão ver os nossos avanços e até algumas menções honrosas por parte da Coordenação Nacional, que naturalmente são um forte estímulo a quem se dedica de corpo e alma para que esta Campanha seja um sucesso.

Apelo, mais uma vez, à Unidade para esta Causa Nobre que é Limpar Portugal. Ajudem de todas as formas que achem viáveis, apelem aos amigos influentes para que sejam disponibilizados todos os meios necessários à mobilização de mais voluntários, de todos os meios de comunicação, enfim, tudo o que vos ocorra. Todos podemos ajudar.
Fernanda Ferreira (Ná)

A. João Soares disse...

Querida Amiga Ná,

Encontrei este artigo, que achei de aproveitar por vir de alguém com nome no jornalismo, em artigos de opinião.

Coloquei-o em três blogs. Peço desculpa por ter estragado os planos da Amiga Ná, que pretendia publicar este seu texto com grande visibilidade. Discordo dos seus cuidados de não querer massacrar.

É PRECISO MESMO MASSACRAR até ao dia 20. É preciso martelar nos espíritos distraídos até se consciencializarem para a importância do ambiente.

Peço-lhe que publique este seu texto (e/ou outros) com o máximo de visibilidade nos seus blogues, para acordar os ainda distraídos.

Isto é um acto patriótico e humanitário. Os esforços para esta boa causa não são demasiados.

Beijos
João

Luis disse...

Caro João,
Coloquei-o na Tulha para lhe dar mais projecção! Estamos a chegar ao "fim da linha" e como sabemos o"rabo é o mais difícil de esfolar"...
Difundi-o também para o grupo de escuteiros cá do burgo para os animar e dar-lhes mais força!
Um abraço amigo.

Anónimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ cialis
http://commandercialisfer.lo.gs/ cialis acheter
http://prezzocialisgenericoit.net/ cialis costo
http://preciocialisgenericoespana.net/ comprar cialis