sábado, 2 de abril de 2011

100.000 visitas

O meu amigo FR reparou ontem que este blog iria hoje ultrapassar os 100.000 visitantes e propôs um almoço com mais dois companheiros de e-mails. Não sou muito dado a festas, nem tinha realçado no meu pensamento este número.
Ele voltou a enviar uma mensagem a dizer que fez hoje uma visita e foi o 100.001º visitante, o que o deixou radiante embora diga que falhou a pontaria, por alguém ter chegado antes!!!


AGRADEÇO a todo os seguidores, comentadores e visitantes a atenção que têm dedicado a este humilde espaço que, não sendo de fácil leitura nem de temas leves e superficiais, apenas tem sido procurado por pessoas com interesses superiores aos da média dos portugueses. Para um blog com tais características 100.000 é um bom número.


Digo isto com o maior respeito pelos que me visitam e pelos que se dignam deixar comentários, aos quais respondo sempre com a maior cortesia especialmente quando apresentam de forma educada, lógica e inteligente opiniões opostas às constantes do artigo. O respeito pelos outros leva a aprender com as opiniões discordantes por ajudarem a ver o problema popr outras facetas, de forma mais completa, alargada e profunda.


Obrigado a todos e façam o favor de não deixar de trazer mais comentários com desafios e argumentos para melhor análise dos temas.

10 comentários:

Luís Coelho disse...

Parabéns por mais uma etapa que conseguiu.
Não sou destas celebrações.
Procuro fazer sempre o meu melhor e o prémio são os comentários de todos os que me visitam.
Que a partir de agora surjam novas etapas e novos desafios para que se sinta cada dia mais feliz.

Maria Letra disse...

Dou-lhe os meus parabéns, João Soares, embora não me estranhe tal número de visitantes. E dou-lhe os parabéns, sobretudo, porque sendo os temas aqui comentados, de uma relevância não indiferente, o número de visitantes revela, também, que há um grande número de pessoas de determinado nível cultural,interessado em saber o que vai acontecendo no panoramo político Português. E batem na porta certa! Quem me dera estar a esse nível.
Um grande abraço, amigo!

A. João Soares disse...

Caro Luís Coelho,

Quis colocar no seu blog o agradecimento por esta visita e simpático comentário, mas «a página não estava disponível» resistindo a várias tentativas.
Muito obrigado por ser um seguidor com frequentes comentários e por contribuir para este número que é interessante para um blog com estas características.
Um abraço e retribuo as felicitações para pela sua obra literária, com belas poesias.

Abraço
João
Sempre Jovens

A. João Soares disse...

Querida Mizita,

Muito agradeço a sua atenção, um gesto simpático com palavras amáveis.
Na verdade, nada trago de novo à nossa sociedade. Limito-me a expressar alguns desabafos, com dúvidas e interrogações, com sugestões e desafios para que os cidadãos pensem e para que os governantes desviem um pouco da sua atenção para os portugueses, o Portugal real, concreto, com dores e sofrimento. Esses desabafos e reflexões são estimulados por notícias que costumo referir em link para que não se pense que são criação minha e para que os interessados não tenham dificuldade em encontrar as origens da ideia. Por vezes, limito-me a fazer transcrições que habitualmente são seguidas de uma NOTA, a justificar a transcrição.
Tal preparação exige tempo de reflexão o que me impede de visitar blogs e deixar comentários. Mas sei que os amigos me relevam essa descortesia.

Aproveito para aqui referir que um amigo me criticou por falta de cuidado e RIGOR em e-mails que reenvio. Ri-me interiormente com tal anedota, num país em que os jornais raramente se preocupam com rigor, os políticos nunca o usam e a Justiça ignora-o, a não ser no cuidado de não condenar políticos, pois desconheço qualquer lista de políticos julgados nas últimas três décadas, é caricato exigir rigor de um cidadão simples sem responsabilidades de cargo, sem ter feito juramento em acto de posse para um tacho público de comunicação.

Espero que me seja possível continuar com este passatempo que considero útil para a sociedade, na qualidade de «Uma pessoa preocupada com o mal do mundo que procura melhorar com as suas intervenções pela escrita e por contactos pessoais.»

Beijos
João

Só imagens

Maria Letra disse...

Sem querer comentar algo que não li, atrevo-me, no entanto, a escrever o que penso e que é o seguinte: o rigor absoluto, como se consegue? Nós absorvemos o que nos é comunicado e a despeito do facto de sabermos que esse rigor deveria ser absolutamente imaculado, somos vítimas de toda uma série de notícias que são, não raras vezes, tendenciosas.
Não sei porque é que esse senhor fez essa crítica, uma vez que, ao passar o link, o amigo está, pura e simplesmente, a 'oferecer' o que lhe 'ofereceram' a si.
Quanto à falta dos seus comentários, aos textos de outros bloguistas, amigo João Soares, desse mal me queixo eu e lamento muito se alguém se ofende de eu não comentar outros textos, mas, infelizmente, não sou omnipotente. O meu tempo é esmagado ao máximo e tenho prejudicado muito e há demasiado tempo, as minhas horas de sono. Quando posso, eu visito, quando não posso, aceito muito bem que não me visitem a mim. Compreendo isso muito bem.
Um abraço.
Maria Letra

A. João Soares disse...

Querida Mizita,

Muito obrigado por mais este seu texto que é um bálsamo como são todos os seus comentários sempre plenos de humanismo e de «carícias» reconfortantes.

Beijos e boa continuação do fim-de-semana
João
Saúde e Alimentação

O Guardião disse...

Parabéns, e venham de lá mais que nós lemos com atenção e comentamos sempre que possível.
Cumps

A. João Soares disse...

Caro Amigo Guardião,

Em momentos como este os agradecimentos são dirigidos principalmente aos comentadores mais frequentes como é o seu caso. Os testemunhos do da sua passagem por aqui e as opiniões que emite, sempre com grande oportunidade e saber, são o melhor estímulo para continuar esta obra que pretende ser de valor social para bem de Portugal e da humanidade. Não imponho soluções que não tenho saber para tal, mas pretendo convidar cada visitante a reflectir pela sua cabeça e decidir segundo as suas ideias sem se deixar arrastar de olhos fechados
como aconteceu com os célebres deputados na votação da «lei de financiamento dos partidos» e com os sábios congressistas do PSD na votação da «lei da rolha». Cada português deve mostrar o seu valor, pois só sairemos desta crise vergonhosa com a acção de cada um, bem dirigida para um grande objectivo nacional de que os vis partidos não estão a falar, obcecados em se combaterem ferozmente para colherem o mais possível dos restos mortais dos pobres esfomeados.

Coma tal disposição dos partidos não se conseguirá uma solução de fabrico nacional, sendo indispensável a ajuda externa, a esmola da solidariedade mundial. A que ponto fomos levados!!!

Abraço
João
Sempre Jovens

Pata Negra disse...

Eu nem sequer comento! 100 000 merece-me respeito!
Um abraço indo

A. João Soares disse...

Caro Pata Negra,

Muito obrigado pela sua visita. Não se trata de nada de especial. Vem um a um e, como a reia dos rios vai fazendo assoreamento do lado interno das curvas, aqui, com o tempo o número vai subindo.
Mas não é elevado se comparado com os que usam temas mais leves e atractivos para cabeças loiras com muitos comentários de duas ou três palavras de cortesia !!!

Um abraço
João
Só imagens