sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Quarto aniversário – Agradecimento

Completam-se hoje quatro anos de actividade neste modesto espaço. O ritmo de publicação tem-se mantido sem variações acentuadas, porque não faltou o estímulo dos amigos visitantes e comentadores, que muito aprecio.
Esse apoio moral reforça a vontade de não os desiludir e, assim, nestes quatro anos, foram publicados 2642 posts, numa média mensal de 55.
Espero que as forças não me faltem para poder continuar a merecer a vossa amabilidade.


Muito obrigado. Um grande abraço com que os possa apertar a todos.
João

Imagem da Net

Selo Comemorativo de Aniversário
NOTA: Posteriormente, recebi da Amiga brasileira Celle, colega em outros blogues este selinho que traduz a sua amizade e simpatia e que fica aqui ao dispor de quem goste de o juntar à sua colecção.
Beijos à Amiga Celle.

13 comentários:

Pedro Coimbra disse...

Cá estaremos daqui a quatro anos para continuar a celebrar!!
Um abraço

A. João Soares disse...

Caro Amigo Pedro Coimbra,

Devo-lhe os seus regulares comentários e os estímulos trazidos para aprofundar os conceitos expressos nos posts. Espero poder continuar a merecer a sua atenção a estas páginas.
Os temas não são propícios a popularidade, dado que o nosso povo continua a seguir as «qualidades» que lhe foram atribuídas por Eça e Junqueiro em textos que costumam aparecer transcritos nos e-mails. Por isso, apesar de nos últimos dez dias ter uma média de 110 visitantes diários, há poucos que tenham a ousadia de deixar um comentário. Poucos se sentem com capacidade para isso.
Na palavra capacidade está também englobada a coragem cívica e de cidadania. Há amigos que por e-mail me enviam comentários mas que dizem, há quatro anos, «Não gosto de comentar em blogues, mas quando julgar oportuno deixarei um comentário». Isto foi dito por um indivíduo que escreve bem e tem livros publicados mas, em quatro anos, ainda não achou oportuno...

Por isso, não me deixo influenciar com a quantidade de comentários ao contrário de colegas bloguistas que os contam como pontos de um campeonato!!!

Mas os poucos que aparecem são significativos e muito me honram, como acontece com os seus, a que costumo responder com reflexões que pretendem alargar o âmbito do tema do post. Tem sido uma boa forma de comunicar.

Muito obrigado e vamos em frente em mais um ano.

Abraço
João
Do Mirante

Mariazita disse...

Amigo João
Muitos parabéns pela passagem de mais um aniversário, o 4º.
Espero poder repetir este gesto no próximo ano, e no seguinte, e no seguinte, e no seguinte...
As maiores felicidades.
Beijinhos

A. João Soares disse...

Amiga Mariazita,

Muito obrigado pela sua amizade e simpatia. Também espero e desejo continuar com condições para passar o 5º ano com boa actividade, com agrado para os visitantes mais exigentes, como é o seu caso.

Beijos
João
Do Mirante

José Pires disse...

Hoje, comemoremos TODOS este ESPAÇO (Blog) que o Caro AMIGO e HOMEM João Soares nos proporciona; os HOMENS GRANDES dizem sempre que são “modestos”.

Continue João; este País precisa de HOMENS assim !

Um grande obrigado com um abraço LIVRE e de LIBERDADE !

Zé Pires
( c. cidadão Nº 03962256 8ZZ6 )

http://josepiresapresidencia.blogspot.com/2010/11/corrupcao-e-base-de-tudo.html#comments

A. João Soares disse...

Amigo José Pires,

Agradeço a sua simpatia mas náo posso concordar com o exagero do seu elogio.
Acho que, como toda a gente, devo fazer com perfeição o pouco que faço. A qualidade nunca deve ser prejudicada em benefício de uma qualidade deficiente.

Em minha opinião, pensar é um dever de qualquer ser racional mas, infelizmente, nem todos aprendemos isso. Procuro pensar e estas trabalhos no blog não passam de exercícios mentais. O meu post Pensar antes de decidir pretende ser um contributo para os decisores de problemas relevantes, mas também o é para a vida corrente. E pensar significa ver os assuntos com isenção sem um prenúncio de conclusão intuitiva, a fim de se acabar por escolher a solução mais adequada de todas as possíveis.

Já fui criticado amigavelmente por publicar demasiado número de posts, o que não atrai quantidade de comentários. Mas, embora goste de receber bons comentários, com dados estimulantes a reflexões mais alargadas, não me considero num campeonato pelo maior número de comentários. Tenho o prazer de registar reflexões que diariamente me são suscitadas pelas notícias actuais e que poderão vir a ser referidas mais tarde numa nova reflexão relacionada com o mesmo tema. Muitas vezes um post parece ser feito de transcrições, mas, na realidade, é um entrelaçar de ideias de várias proveniências que estavam desgarradas e de que, conjugando-as, se tiram conclusões muito interessantes. Resulta muitas vezes que o todo acaba por ser maior do que a soma das partes. Fazer este relacionamento dá-me um especial prazer como exercício mental e espero que possa ajudar os leitores a interessarem-se por exercícios idênticos.

Por isso, este espaço não é popular e não atrai leitores vulgares, nem comentários balofos, mas os poucos que aqui constam são de real valor e dão-me incentivo para continuar. Dou resposta a todos os comentários e, por vezes, a resposta acaba por ter mais conteúdo do que o próprio post. O blogue, utilizado desta forma, é uma óptima oportunidade de reflexão sobre problemas relevantes e de comunicação com pessoas de elevado nível intelectual.

O amigo José Pires acaba de me dar uma boa oportunidade de que retirei muito prazer. Obrigado

Abraço
João
Do Miradouro

Anónimo disse...

19Nov, boa data.
De um mês que nos diz muito - Nov75.
Força e ânimo para a próxima 'legislatura'.
Abraço
BMonteiro
(coronel inconveniente)

A. João Soares disse...

Caro Barroca Monteiro,

Muito obrigado. Neste modesto espaço, depois de quatro «legislaturas»!!!, como chama a um ano de labuta para o bem do Mundo, inicia-se hoje outra, contando com o sentido critico dos leitores, manifestado em comentários que contribuam para um maior esclarecimento dos temas tratados. O que é preciso é que todos consigamos pensar de forma mais livre e isenta nos problemas que nos afligem e sugerir soluções, que contribuam para uma escolha mais consciente dos responsáveis.
Quanto mais sugestões, mesmo que pareçam disparatadas, mais esclarecida será escolhe final. «A asneira é livre» como se citou no post Pensar antes de decidir.
E não nos devemos esquecer que, para seres racionais, «pensar é um dever cívico».

Um abraço
João
Do Mirante

Fê-blue bird disse...

Meu querido amigo:
Só desejo que continue com as suas reflexões por muitos mais anos, com a mesma sabedoria e espírito crítico.
Nós é que agradecemos o muito que nos oferece diariamente.
Bem haja!

Beijinhos e muitos parabéns

A. João Soares disse...

Amiga Fê,

Ninguém tem que me agradecer nada. O pouco que faço é por gosto, sem ambições nem vaidades, e desejo fazer muito por todos os seres humanos, mas as minhas disponibilidades são poucas. O meu maior recurso é o tempo, mas mesmo esse está a escassear, porque cada vez preciso de mais para fazer o mesmo! Não quero levar para a tumba aquilo que sei e, por isso gosto de ensinar de transmitir aos outros, para que a experiência possa ser útil, antes que se apague. Nisso, a amiga Fê veio dar-me uma boa ajuda, para que os blogues tenham melhor via de comunicação com os leitores.

Agradeço as suas simpáticas palavras e prometo continuar a fazer o melhor que puder.

Beijos
João
Do Mirante

Manuela Araújo disse...

Caro João
Muitos parabéns para si e para o "Do Miradouro".
Continuação de um bom trabalho :)
Um abraço

Campista selvagem disse...

Caro João.
Certos dias estamos dispostos a refletir,outros nem somos capases de acimilar as imformações que nos chegam em catadupa.
No entanto neste espaço tenho encontrado um pouco de cultura, e esta é bem dificil de encontrar neste mundo dos blogs.
Com comentários ou sem eles o que realmente tem algum interesse é as ideias (ideais) que cada um tem para transmitir e no seu caso tenho reparado que realmente tem gosto no que transmite, isso é o que realmente importa não quem comenta e o que comente.
Vale a pena continuar, eu por mim vou continuar a apreender sempre algo com quem tem algo a transmitir.
o meu muito obrigado.

A. João Soares disse...

Caro Campista selvagem,

Obrigado pelas suas palavras de incentivo.
Realmente o nosso tempo não chega para digerir toda a quantidade de dados que entopem os nossos canais.
Por isso temos que seleccionar o que mais nos sensibiliza e sobre isso meditar e aclarar as nossas ideias, criar opinião que não fique dependente da dos outros. Não me considero escravo do que os outros dizem e só aceito o que passa pelo crivo da minha racionalidade. E nessa adopção não recuso os de qualquer origem desde que com eles concorde.

Apareça e diga sempre o seu ponto de vista acerca dos posts que aqui encontrar.

Abraço
João
Do Mirante