sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Para sair da crise - 4

"O que mais preocupa não é o grito dos violentos, nem dos corruptos, nem dos desonestos, nem dos sem carácter, nem dos sem ética.
O que mais preocupa é o silêncio dos bons!"

Martin Luther King

Os nossos governantes não sabem da importância de ouvir os críticos, que é uma qualidade que está apenas ao alcance dos estadistas.
Henrique Neto, Público. 04-10-2010

Para evitar nova crise é conveniente eliminar os desequilíbrios que causaram a última.
Incógnito

Os partidos deixaram de ser instrumentos de progressão do país e passaram a ser quase agências de emprego.
Cândido Ferreira em 31-01-2011

Imagem da Net

3 comentários:

Campista selvagem disse...

Verdades do passado, bem presentes hoje.

Luis disse...

Caríssimo Amigo João,
As Verdades são sempre actuais!
O que por vezes custa é segui-las!
Que não caiam em cesto roto...
Um abraço amigo e solidário.

A. João Soares disse...

Caros Campista e Luís,

São verdades que traduzem valores de sempre. Quem se rege pelo culto da excelência, da perfeição do desempenho, está em consonância com estes valores, mas os outros, em que se incluem muitos políticos com «responsabilidades», precisam que lhes sejam lembrados para ver se melhoram a sua forma de actuar no cumprimento das suas obrigações perante a sociedade. Se melhorarem o seu comportamento perante os cidadãos, então sairemos da crise, mas se continuem na mesma podridão, isto continuará a afundar-se até que o exemplo do Egipto, da Tunísia seja compreendido por este nosso povo que parece querer continuar de olhos fechados.

Abraços
João
Só imagens