segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Pagamento da dívida

Transcrição de artigo do economista Eugénio Rosa, porque é sempre bom conhecermos diversas opiniões a fim de podermos formar a nossa com mais isenção e rigor:

EM 2009, 9,5% DO PIB PORTUGUÊS FOI TRANSFERIDO PARA O ESTRANGEIRO PARA PAGAR JUROS E LUCROS, A BANCA FINANCIA-SE A 1% JUNTO DO “BCE” E COBRA AO GOVERNO UMA TAXA DE JUROS 6 VEZES SUPERIOR E EXIGE AINDA MAIS SACRIFICIOS

RESUMO DESTE ESTUDO

Sem crescimento económico não é possível reduzir o défice orçamental de uma forma sustentada nem “acalmar” os chamados mercados. E a actual politica recessiva do governo mata qualquer crescimento económico. Por isso desmontar a gigantesca operação de manipulação da opinião publica que está em curso visando levar esta a aceitar como inevitável a politica que está a ser seguida, e impor sacrifícios ainda “mais duros” como já anunciam para 2011, que não resolverão nada como sucedeu no passado, é uma tarefa necessária embora difícil devido ao domínio dos principais media pelo governo e pelos defensores do pensamento económico único neoliberal que praticamente impedem o acesso de quaisquer opiniões diferentes. È por isso que assistimos sempre à presença dos mesmos a dizerem sempre o mesmo, como fossem verdades absolutas e inquestionáveis. (...)
Para ler todo o artigo faça clique aqui.

Eugénio Rosa, Economista, edr2@netcabo.pt, 26.9.2010

Imagem da Net

1 comentário:

O Guardião disse...

Por algum motivo a banca é o refúgio preferido e mais frequente dos ex-ministros.
Cumps